No último domingo (3), o Flamengo encerrou sua participação no Campeonato Brasileiro 2017, com uma vitória de virada (a única na competição) sobre o Esporte Clube Vitória. O resultado deixou a equipe na 6ª colocação, com 56 pontos, garantindo vaga direta na fase de grupos da Libertadores 2018.

Números finais – Flamengo no Brasileirão 2017

38 Jogos – 15 Vitórias – 11 Empates – 12 Derrotas – 49 Gols Marcados – 38 Gols Sofridos – aproveitaento de 49,12%

74 Cartões Amarelos – 2 Cartões Vermelhos

 

Jogos

33 jogadores foram utilizados pelos três treinadores (Zé Ricardo, Jayme de Almeida e Reinaldo Rueda) no Brasileirão 2017. Destes total de atletas, 18 disputaram o Brasileiro 2016 pelo Flamengo. Willian Arão, assim como em 2016, foi o atleta rubro-negro com mais partidas no campeonato: 30 jogos. Nove jogadorrs oriundos da base. Vinicius Jr foi o que mais entrou no decorrer dos jogos, com 21 participações.

Realizando uma breve comparação com a temporada passada, percebemos um ligeiro aumento no número de atletas utilizados (33×31) e promovidos da base (9×8), e que houve um rodízio maior entre os jogadores, pois em 2016, cinco deles passaram das 30 partidas disputadas, já nessa, apenas Willian Arão atingiu essa marca.

 

 

Gols

16 jogadores marcaram os 49 gols do Flamengo nesta edição do Brasileirão. Diego sagrou-se o artilheiro da equipe no campeonato, com dez tentos em 27 jogos.

 

Assistências

Éverton Cardoso, pelo 2º Campeonato Brasileiro consecutivo, foi o líder no quesito assistências. Igualou o número de passes que resultaram em gol no Brasileirão 2016: sete assistências. Éverton Ribeiro e Willian Arão completam o Top 3, com quatro assistências cada.

 

Cartões

74 cartões amarelos e 2 vermelhos foram distribuídos entre 24 atletas. O Flamengo foi a 3ª equipe com menos cartões amarelos no Brasileirão 2017, perdendo apenas para Grêmio e São Paulo. Na temporada passada, foram 62 cartões amarelos e 5 vermelhos.

 

Nação Rubro-Negra – como mandante

A média de público não ultrapassou 20 mil torcedores. Como sabemos, a capacidade da Ilha do Urubu (onde o Flamengo mandou a maioria de seus jogos) e os ingressos não tão acessíveis, resultaram em  números relativamente baixos.

Nação Rubro-Negra – como visitante

 

 

Comparações

O aproveitamento desta temporada foi inferior a de 2016. Gols marcados e sofridos tiveram poucas alterações, mas o número de vitória abaixou consideravelmente, resultando na sexta posição na classificação, sem chegar perto da possibilidade de alcançar terceira posição de 2016.

 

Os desempenhos como mandante e visitante também foram menores que na temporada passada. Principalmente fora de casa, onde o Flamengo conquistou apenas 20 dos 57 pontos disputados.

Desempenho – por técnico

 

Adriano Skrzypa é estudante de Educação Física e apaixonado por números no futebol. Siga-o no Twitter: @FlamengoNumeros


Este texto faz parte da plataforma de opinião MRN Blogs, portanto o conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor, assim como o uso de fontes e imagens de terceiros. O Mundo Rubro Negro respeita todas as opiniões contrárias. Nossa ideia é sempre promover o fórum sadio de ideias. Email: [email protected].