Alguns ditados no futebol costumam ser aplicados com certa frequência e o que diz que “A melhor defesa é o ataque” é um desses. Durante bastante tempo, o Flamengo passou por dificuldades tanto ofensivamente, quanto lá atrás e, recentemente, alguns zagueiros superestimados, subestimados, velhos ou jovens demais chegaram e saíram sem deixar saudades na torcida e, provavelmente, no departamento de futebol. Teve saída que chegou a ser comemorada — e isso nem faz tanto tempo assim. Em 8 de Junho de 2016, uma contratação discreta fez uma diferença positiva em um setor que já estava marcado de tanto receber críticas da torcida. Nesse pequeno papo, vamos falar sobre esse jogador.



Sem pompa, mas com muito trabalho a fazer, Rafael Vaz é apresentado em 8 de Junho. Foto: Staff Flamengo

Visto como um jogador limitado que estava no banco de reservas de um time da Série B, Rafael Vaz chegava a um Flamengo que vivia um momento de incerteza sobre o que queria na sua temporada. Eliminações na Primeira Liga e Copa do Brasil, além de um Campeonato Brasileiro inconstante, ditavam o tom de cobrança da torcida e forte pressão interna por resultados. Pela deficiência numérica e técnica no setor, Vaz logo chegou à titularidade. Junto com seu novo parceiro e também recém-chegado Réver, deu nova vida à zaga do Mengão.

O Flamengo fez sua melhor campanha em Campeonatos Brasileiros em pontos corridos (mesmo não sendo campeão, o time superou os 67 pontos alcançados em 2009, chegando a 71), foi a 3ª defesa menos vazada da competição e a bola aérea, tão criticada temporada após temporada, deixou de ser um pesadelo para comissão técnica e torcida e até ajudou a vencer com gols nesse tipo de jogada. Por consequência disso, o camisa 33 ganhou destaque com atuações seguras e cometendo poucos erros. Tal feito da defesa, ganhou ainda mais destaque quando os números apontaram que a dupla de zaga comandava a primeira defesa rubro-negra a ter média de menos de um gol sofrido por partida em Brasileiros desde 1990. Isso mesmo, amigo leitor. Há 26 anos o Clube de Regatas do Flamengo não tinha uma defesa tão sólida. É preciso reforçar ainda que além das contratações da atual dupla titular, o zagueiro argentino Alejandro Donatti também reforçou o setor, aumentando a concorrência na posição e também melhorando o nível técnico.

Chegada de Rafael Vaz foi importante para resolver problema da bola aérea defensiva. Foto: Gilvan de Souza

Porém, para parte da torcida, essa consistência não é justificativa para a permanência de Vaz entre os titulares e questionamentos (estranhamente adotados após a chegada de Rômulo e saída de Márcio Araújo do time) começaram a ganhar forca, principalmente nas redes sociais. Sabemos bem que time que tá ganhando pode ser melhorado e mexer não é algo ruim, mas aqui vão alguns números de Rafael Vaz para que pensemos sobre o que realmente é necessário no lado esquerdo da zaga do Mais Querido do Brasil.

 

Campeonato Brasileiro 2016
29 Jogos – 28 Titular
Assistências 1
Cartões Amarelos 4
Passes Certos 971
Lançamentos Certos 112
Desarmes Certos 37
Dribles Certos 10
Viradas de Jogo Certas 19
Bloqueios 14
Rebatidas 278
Campeonato Carioca 2017
6 Jogos – Titular
Cartões Amarelos 1
Passes Certos 280
Lançamentos Certos 22
Desarmes Certos 9
Viradas de Jogo Certas 8
Bloqueios 3
Rebatidas 49

Além desses números todos a seu favor, pesa ainda o rápido entrosamento que pegou com o capitão Réver, de quem também se tornou amigo. É visível nos jogos que os dois estão constantemente se cobrando, se corrigindo e orientando os companheiros de defesa. Claro que cada torcedor tem uma cabeça e enxerga o jogador como bem quer, mas há uma melhora histórica na defesa do Flamengo e o mérito é da dupla. Não é de onde veio, ou o que jogou antes de chegar ao clube. É o que entrega hoje em dedicação, consciência tática, nível técnico e resultados. Alguém que não está jogando pode ser melhor? A rotina de treinos deixa isso bem claro a quem cabe escalar o time. Se a dupla segue intocável desde que foi montada em junho de 2016 e os resultados estão aí pra quem quiser ver, nada mais justo do que confiar.

E aí? Você é a favor ou contra Rafael Vaz na zaga do Flamengo? Deixe sua opinião nos comentários que a gente vai ficar muito feliz.

SRN!

 
Raony Furtado é mais um cearense apaixonado pelo Mengão. Além de ser rubro-negro matuto, é professor de educação física e treinador (e massagista, psicólogo, preparador físico etc.) do gigante Marechal FC, do município de Mauriti. Siga-o no Twitter: @UrubuMatuto

 


Este texto faz parte da plataforma de opinião MRN Blogs, portanto o conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor, assim como o uso de fontes e imagens de terceiros. O Mundo Rubro Negro respeita todas as opiniões contrárias. Nossa ideia é sempre promover o fórum sadio de ideias. Email: [email protected].

Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN


Outra forma de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!