O técnico Zé Ricardo falou depois da vitória contra o Vasco e deu a entender que, apesar de a final da Taça Guanabara acontecer três dias antes da estreia na Libertadores, pretende usar força máxima contra o Fluminense para garantir a vaga antecipada nas semifinais do campeonato. Veja os principais trechos da entrevista coletiva do técnico:

Exemplo para o resto da temporada

No meu modo de ver a vitória foi merecida. A gente ficou muito feliz pela entrega dos atletas. Visando coisas maiores, era uma partida que a gente queria ter como ideia de jogo, ideia de entrega da nossa equipe. Foi tudo isso que eles fizeram e os jogadores estão de parabéns pelo trabalho que fizeram. O simbolismo da partida era muito grande. Eu percebia que a gente tinha e teve a possibilidade de definir a partida no segundo tempo. A gente foi criando oportunidades, uma atrás da outra, e não aproveitando. E a qualquer momento o Vasco poderia empatar o jogo e levaria para o final do jogo uma situação que a gente estava querendo evitar. Mas os atletas foram bastante concentrados, a gente conseguiu controlar a maioria das ações no campo do Vasco. E a vitória veio, tá todo mundo de parabéns.

Final da Taça Guanabara

O Fluminense vai ser outra grande pedreira. Não sofreu gols ainda na competição. Sem dúvida alguma vai colocar a gente em dificuldade. O que a gente tem é uma semana inteira para a gente trabalhar. Tomara que a gente consiga fazer essa semana de forma bastante intensa. E com inteligência, a gente estudar bastante a equipe do Fluminense para fazer uma grande final e tentar o título da Taça Guanabara. Pessoalmente falando, eu acredito que a vitória é importante porque colocou a gente na final. Era muito importante, porque dentro do planejamento a gente vai fazer de tudo para vencer a Taça Guanabara porque depois a gente tem campeonatos importantes para a gente disputar. É importante a gente garantir uma vaga já na semifinal do Campeonato Carioca. Não vai ser nada fácil, agora é isso que a gente se programou, e agora a gente vai tentar descansar a equipe e depois a partir de terça-feira de manhã a gente projetar o jogo de domingo. Espero que esteja todo mundo bem, que não tenha nenhum tipo de contratempo, e que a gente possa fazer uma grande partida contra o Fluminense.

Peso do jejum

A gente tinha que tentar focar na nossa performance. Muitos dos atletas que jogaram hoje não participaram deste período que o Vasco se manteve invicto perante o Flamengo. Nem eu também. E a gente sabia que isso em algum momento poderia alterar o emocional da nossa equipe. A gente trabalhou bastante para que isso fosse minimizado. O mais importante, que a gente focasse na nossa performance. Acho que isso foi feito, a equipe conseguiu se controlar. Houve preocupações, porque a gente teve dois atletas importantes da linha defensiva amarelados já no primeiro tempo. A gente procurou fazer algumas contenções no segundo tempo para que a gente não ficasse exposto do lado deles.

Mancuello e Éverton

O Mancuello num dos retornos que ele fez sentiu um pequeno incômodo. Foi atendido, mas tentou continuar. Eu até tava tentando esperar o intervalo para ver se ele teria condições de retornar. Mas questão muscular a gente não pode brincar, não pode bobear. Até porque a gente tem uma temporada muito grande pela frente. A gente achou por bem mesmo naqueles quatro, cinco minutos que faltavam retirá-lo da partida. O Éverton eu ainda não tenho notícia do Departamento Médico, a gente vai avaliar. Mas também enquanto esteve em campo se entregou bastante, como é o habitual dele. Espero que não seja nada demais para a gente poder contar com os dois para domingo que vem.


O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.