Aogufa2J3PlVg6pIPDiOcZc-Z2OxWdnRRpaJnHjmqbz0

Estrela de Matheus Sávio brilha, e ele sai do banco de reservas para dar a classificação ao Fla

Ainda bem que ele começou no banco! Quando começou a 47° edição da principal competição de base do país, a Copa São Paulo de Juniores, uma das grandes promessas da equipe do Flamengo era o camisa 10 do time, Matheus Sávio. Ele não teve bom desempenho nos primeiros jogos da competição e acabou indo pro banco de reservas.

Mas não adianta, ele tem estrela. Na noite desta quinta-feira (14), em Mogi das Cruzes, no estádio Nogueirão, a estrela do garoto brilhou e ele fez do que dele se espera. Marcou o único gol do jogo, responsável direto pela classificação do Flamengo às oitavas de finais do torneio.

 

O JOGO

A bola mal rolou e antes mesmo do primeiro minuto de jogo, o Flamengo já chegava bem com a bola passando perigosamente em frente a meta do gol do Red Bull por duas vezes. A resposta da equipe de São Paulo veio aos 8 minutos, quando o Fla saiu jogando errando na defesa, e a bola sobrou pra Gabriel arriscar de fora da área. Thiago preferiu fazer uma defesa mais segura e espalmou pro lado, dando o rebote pro time do RB, que conseguiu o escanteio. Na cobrança do corner, Matheus Garrido subiu sozinho e cabeceou pra fora.

Depois de um jogo mais estudado nos primeiros 15 minutos com o time do Flamengo mais recuado, as duas equipes tentaram se soltar um pouco mais e partir pra um jogo franco. Porém ambas as equipes chegaram com perigo somente com chutes de média e longa distância. Aos 16, Vizeu brigou com a defesa adversária e conseguiu bonito chute de direita, assustando o goleiro Felipe. Aos 19 minutos foi a vez do Red Bull testar o goleiro do Flamengo. Alisson recebeu pela esquerda, limpou a marcação e mandou pro gol. Sem muito perigo.

O jogo continuava pegado, muita marcação e pouca inspiração na criação das jogadas. Depois do longo atendimento ao zagueiro Denner, que se chocou com o adversário e já caiu no chão com muito sangue no rosto, o jogo ficou mais morno ainda. Chance de gol somente aos 32 minutos, quando a defesa do Fla deu mole, e Garrido cruzou a bola pra área, Gabriel apareceu sozinho cara a cara com Thiago, mas mandou pra fora. O Fla não jogava bem, apostava em chutões e lançamentos errados. Estilo de jogo totalmente diferente do que vinha apresentando na competição.


As melhores chances continuavam sendo do Red Bull. O Flamengo não trabalhava a bola, vivia de chutão dos zagueiros e goleiro. A bola não parava no ataque. E assim continuou até o apito que encerrava o péssimo primeiro tempo.

Na volta do intervalo, a equipe paulista voltou melhor e quase o abriu o placar logo aos 2 minutos da etapa final. Em boa descida pela esquerda, Hiago apareceu livre e chutou cruzado pra bela defesa de Thiago, no rebote, Márcio tentou o gol e a bola foi lentamente em direção à trave. A bola ainda sobrou pro Hiago tentar nova finalização, que conseguiu arrumar apenas o escanteio. No minuto seguinte, Thiago foi obrigado a trabalhar de novo, dessa vez pela direita em chute rasteiro de Márcio já dentro da área. A equipe do Red Bull era mais perigosa.

A resposta do Flamengo veio aos 10 minutos com Cafu. Foi a vez do goleiro Felipe brilhar. Depois do arremesso lateral em direção a área, Felipe Vizeu raspou na primeira trave e a bola sobrou na marca do pênalti pra Cafu finalizar de primeira e obrigar o goleiro do Red Bull a fazer grande defesa.

 

O GOL E A ESTRELA 

Sacado pelo técnico Zé Ricardo, Matheus Sávio mostrou porque é uma das promessas da base rubro-negra. Ele tem estrela! Aos 15 minutos, ele entrou no jogo no lugar do Trindade e abriu o placar pro Mengão.

A jogada foi bonita! Cafu recebeu lindo lançamento de Ronaldo pela esquerda, dominou no peito, colocou a bola no chão, levou em direção a linha de fundo e cortou pra dentro. Na hora de cruzar, abusou do recurso e meteu lindo passe de trivela. Matheus Sávio se projetou em direção da bola e só escorou pra marcar um belo gol aos 18 da segunda etapa. 1×0 Mengão e um pé na próxima fase da competição.

 

DÉJÀ VU

Mogi das Cruzes, noite, chuva, Flamengo 1×0 Red Bull. Assim como na estreia dos 2 times na copinha, o Flamengo entrou como favorito no jogo. Mas não foi bem o script do jogo. O Red Bull deu trabalho, jogou de igual pra igual, mas quem abriu o placar do jogo foi o Flamengo. E tal igual ao primeiro jogo, o Flamengo recuou e a equipe de São Paulo encurralou o Flamengo em busca do empate. Mas a equipe Rubro-Negra se comportou bem defensivamente e teve ótima noite do seu goleiro Thiago, que evitou que o jogo fosse para os pênaltis com defesas seguras.

 

FICHA DO JOGO

Flamengo 1 x 0 Red Bull Brasil

Local: Estádio Nogueirão- Mogi das Cruzes

Data: 14 de janeiro de 2016

Horário: 21h

Flamengo: Thiago, Thiago Ennes, Léo Duarte, Dener e Michael; Ronaldo, Trindade (Matheus Sávio), Paquetá (Lincoln) e Kleber (Patrick); Cafu e Felipe Vizeu. Técnico: Zé Ricardo

Red Bull Brasil: Filipe; Lucas Xavier (João Pedro), Lucas Camilo, Garrido, Igor; Gabriel, Pedrinho (Divino), Marcio (Júlio) e Hiago; João Gabriel e Alisson.

Cartões Amarelos: Fla: Thiago e Dener.

RB Brasil: Igor, Pedrinho e Lucas Camilo.

Cartões Vermelhos: Não teve.