O primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana é um dos mais importantes do ano, o Flamengo vai a Argentina enfrentar o Independiente nesta quarta (6), às 21h45, no estádio Libertadores de América. Na final do torneio, não existe vantagem de gol qualificado, mas o Rubro-Negro decide o duelo diante da Nação, no Maracanã. Para apitar o confronto, a Conmebol definiu uma equipe paraguaia: Mario Díaz de Vivar é o árbitro principal, auxiliado por Milciades Saldivar e Dario Gaona. Vale lembrar que a decisão contará com árbitro de vídeo (VAR), Enrique Caceres é o responsável do setor.

No inicio do ano o juiz foi responsável por apitar o primeiro jogo da Recopa Sul-Americana, entre Chapecoense e Atlético Nacional, o clube brasileiro venceu o confronto por 2 a 1 na Arena Condá. O paraguaio esteve presente em quatro jogos envolvendo clubes brasileiros neste ano. Pela Libertadores da América, o árbitro comandou o apito no confronto da fase de grupos, entre Botafogo e Barcelona (ECU), com vitória da equipe equatoriana no Nilton Santos. Além de apitar o empate em 1 a 1, entre Atlético Tucamán e Palmeiras. Pela Copa Sul-Americana, apitou o empate entre Corinthians e Patriotas, na Colômbia.

Mario Díaz já arbitrou jogos do Flamengo em duas ocasiões. Em 2014, pela Libertadores, o juiz apitou a derrota do Rubro-Negro contra o Bolívar, por 1 a 0 na Bolívia, na ocasião o Mais Querido nada teve a reclamar do pênalti que decidiu a partida ainda no primeiro tempo. Neste ano, o árbitro voltou a atuar numa partida do Mengão, no clássico Fla-Flu pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, na vitória por 1 a 0, Maracanã, a partida ficou marcada pela lesão do capitão Réver, em lance duríssimo que poderia resultar na expulsão do atleta tricolor, Marcos Junior, o juiz aplicou apenas amarelo.

O paraguaio nunca apitou um jogo do Independiente, adversário do Rubro-Negro na decisão.

Scout do árbitro em jogos de brasileiros

Vitórias: 3
Empates: 1
Derrotas: 5

*Imagem em destaque: Conmebol/Divulgação